Guias ... /

Circuito do Frio

Galeria de Fotos

Clique na imagen para ampliar

O Estado de Pernambuco é famoso, entre outras coisas, pelas suas praias e clima tropical. Porém, um dos seus atrativos mais charmosos é o Circuito do Frio, entre os meses de julho e agosto, formado por cidades localizadas em regiões serranas onde o clima ameno e acolhedor, aliado a festivais culturais e uma gastronomia diferenciada, atrai cada vez mais visitantes a Gravatá, Pesqueira, Garanhuns, Taquaritinga do Norte e Triunfo.

 

Circuito do Frio. O Relógio das Flores é o principal cartão postal de Garanhuns - foto: Divulgação Prefeitura de Garanhuns.A cidade de Gravatá fica ainda mais bela durante o Circuito do Frio - foto: Divulgação Prefeitura de Gravatá.

 

Gravatá

Localizada no Agreste de Pernambuco e distante 79 Km de Recife, a bela cidade de Gravatá fica ainda mais charmosa durante o inverno. Neste período acontece a ‘Festa da Estação’ que abre espaço para shows de artistas da cena local e nacional, além de oficinas de formação, cortejos de cultura popular, mostra de artesanato e exposições itinerantes. A gastronomia de Gravatá é muito variada e o visitante encontra opções da culinária local a pratos sofisticados e com a cara do inverno, como os fondues. Gravatá tem um atrativo especial para os visitantes: voos de balão, num passeio a mais de mil metros de altitude que revela a beleza da região. A infraestrutura dos meios de hospedagem em Gravatá é uma das melhores de Pernambuco, com destaque para os aconchegantes hotéis fazendas espalhados pela região. O acesso é pela BR-232.

 

Pesqueira

A Terra dos Caiporas, no Agreste pernambucano, sedia a ‘Festa da Renascença’, um festival cultural que movimenta a cidade durante o inverno com shows de artistas locais e nacionais, além de oficinas, exposições e outras atividades. Pesqueira, que recebe muitos turistas durante a estação, possui uma boa infraestrutura dos meios de hospedagem e a sua gastronomia também se destaca pela culinária local e opções típicas do inverno. Distante 209 km do Recife, a via de acesso também é a BR-232.

 

Garanhuns

A 230 Km de Recife, no Planalto da Borborema, Agreste Meridional de Pernambuco, está a cidade de Garanhuns, também conhecida como Cidade das Flores e Suíça Brasileira. Destino preferido dos pernambucanos durante o Circuito do Frio, quando a cidade sedia o ‘Festival de Inverno de Garanhuns’, dispõe de concorridas casas de café e chocolate quente, além dos tradicionais fondues. Ruas, parques e praças amplamente arborizados e espaços de lazer, onde acontecem oficinas e apresentações culturais, ficam repletas de moradores e turistas durante as noites do Festival de Inverno. Tanto a gastronomia quanto a culinária popular esbanjam sabores, com destaque para os doces de frutas e vinhos, que combinam com o clima serrano. O cartão postal mais famoso de Garanhuns é o Relógio das Flores, na Praça Tavares Correia. A rede hoteleira dispõe de boas opções e muitos moradores alugam casas e quartos durante o Festival de Inverno. Acesso pela BR-424.

 

Taquaritinga do Norte

Distante 164 Km de Recife, no agreste de Pernambuco, está a cidade de Taquaritinga do Norte, conhecida pelo seu clima agradável e acolhedor. Por causa de sua altitude (763 m acima do nível do mar) o Município é procurado para prática de esportes radicas como o voo livre. A ‘Festa das Dálias’ (uma flor muito cultivada na região) abre o calendário do Circuito do Frio no Estado, com muitas apresentações culturais, oficinas, exposições e uma gastronomia que agrada a todos os sentidos. Acesso pela BR-232 e 408.

 

Triunfo

No Sertão de Pernambuco, a 449 km de distância de Recife, chegamos à bela e aprazível cidade de Triunfo, a Terra dos Caretas. Triunfo, a cidade mais fria do Estado, fecha o Circuito do Frio com a ‘Festa do Estudante’, realizada às margens do Lago João Barbosa, um dos cartões postais mais famosos da cidade, juntamente com o teleférico e o Pico do Papagaio, o ponto mais alto de Pernambuco.  A gastronomia de Triunfo é um atrativo à parte, pois recebeu a influência de várias congregações religiosas de origem francesa, alemã e italiana que se estabeleceram na cidade, com destaque para o biscoito Nicolau e o licor de rosas, do Lar Santa Elizabeth, além do tradicional doce de laranja, chocolates, rapaduras e cachaças artesanais. A BR-365 e a BR-232 são as principais vias de acesso.

Encontre aqui!
close
  • Mais acessados