Seu Roteiro ... /

Turismo Cultural

Galeria de Fotos

Clique na imagen para ampliar

Roteiro da Arte

 

Zona da Mata Norte

Essa região de Pernambuco, famosa por abrigar os grupos de Maracatu Rural, especialmente em Nazaré da Mata, possui uma vocação natural para o artesanato, com destaque para a tapeçaria de Lagoa do Carro (60 Km de Recife), a cerâmica decorativa e religiosa de Tracunhaém (63 Km), a cerâmica figurativa de Goiana (70 Km) e os bordados manuais de Passira (77 Km). Acesso pelas rodovias BR-101 Norte, BR-232 e PE-408.

 

Turismo Cultural. Xilogravura de J. Borges, um dos maiores artistas plásticos de Pernambuco - foto: Divulgação Wikimedia Commons.

Zona da Mata Norte  – Onde Ficar

Pela proximidade de Recife e Olinda, o turista pode hospedar-se nestas duas cidades, ou então aproveitar as opções em Nazaré da Mata, Goiana e cidades próximas.

Agreste

Além das famosas Xilogravuras de J. Borges, em Bezerros, o município de Orobó (86 km de Recife) se destaca por ser o único produtor no Brasil do bordado frivolité. Poção (202 Km) e Pesqueira (209 Km) são famosas pela produção da renda renascença, sendo Poção o maior produtor nacional de renascença. Acesso pela BR-232, BR-104 e PE-145. Brejo da Madre de Deus (199 Km) destaca-se por abrigar o Teatro de Nova Jerusalém, o maior teatro ao ar livre do mundo, que há mais de 40 anos abriga os nove palcos do espetáculo da Paixão de Cristo.

 

Outro grande atrativo do Agreste é Caruaru (132 km), que possui a mais famosa feira do Brasil: a tradicional Feira de Caruaru, reconhecida como Patrimônio Imaterial do Brasil. A cidade de Caruaru também é famosa pela arte em barro, onde toda a produção foi inspirada no Mestre Vitalino, que teve a sua casa transformada em museu, no Alto do Moura, tradicional polo cultural e gastronômico da cidade. Mas é durante as festas juninas que Caruaru recebe turistas de várias partes do mundo para curtir o São João da Capital do Forró, com muita alegria, comidas típicas, bacamarteiros, quadrilhas matutas, bandas de pífano e o autêntico Forró Pé de Serra.

 

Agreste – Onde Ficar

A estrutura dos meios de hospedagem é muito boa, principalmente em Gravatá, Bezerros, Brejo da Madre de Deus (a cidade cenográfica do espetáculo da Paixão de Cristo é uma pousada durante o resto do ano) e Caruaru, com várias opções de pousadas e hotéis, inclusive de luxo.

 

Sertão

O primeiro destaque fica por conta de Sertânia (316 Km de Recife, acesso pela BR-232 e PE-265), conhecida internacionalmente pelo seu Artesanato Alongado. São José do Belmonte (473 Km, acesso pela BR-232) tem como principal atrativo a Pedra do Reino, formação rochosa semelhante a duas torres, imortalizada no romance de Ariano Suassuna, ‘A Pedra do Reino’. No local há uma exposição a céu aberto de grandes esculturas em granito representando santos e personagens da obra do escritor.

 

O outro destaque do Sertão é Petrolina (760 Km e acesso pela BR-232 ou de avião, a cidade possui um moderno aeroporto com capacidade para receber voos domésticos e internacionais). O rio São Francisco inspirou Petrolina a desenvolver uma das mais tradicionais expressões artísticas do Estado: a fabricação de carrancas. Petrolina também faz parte do polo de Enoturismo do Estado, juntamente com as cidades de Santa Maria da Boa Vista (655 Km) e Lagoa Grande (710 Km), nesta região são produzidos alguns dos melhores vinhos nacionais. Passeios de barco pelo rio São Francisco e visitas a vinícolas são os maiores atrativos.

 

Sertão – Onde Ficar 

A estrutura dos meios de hospedagem no Sertão é mais organizada em Petrolina, com boas opções de hotéis e pousadas de diversas categorias. Mas o visitante também encontra boas opções em Sertânia.

Encontre aqui!
close
  • Mais acessados